Camelô de comida: a solução de meio milhão de brasileiros

Mais de meio milhão de brasileiros hoje ajuda a reduzir a taxa de desemprego no país vendendo algum tipo de alimento nas ruas, informa a Folha com base em levantamento do IBGE.

O número de camelôs de comida saltou de 100 mil em 2015 para 253,7 mil no terceiro trimestre de 2016 e para 501,3 mil no mesmo período em 2017.

O avanço correspondeu a aproximadamente 11% da geração de vagas de emprego informal no trimestre encerrado em outubro.

Nos últimos meses, a tendência de queda no desemprego vem se sustentando justamente nas vagas informais

Os brasileiros sabem se virar – tanto melhor se o Estado não atrapalhá-los com burocracia, nem mimá-los com esmolas.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Nelson disse:

    Os antas tem uma visão blasé do país. No Bananal sempre se excretou as necessidades nas ruas como também há um grupo imenso que vende e consome comida assim, em espaços públicos. Dizer que é algo da atualidade é ignorar os pobres homens letreiros que há décadas vegetam nos centros urbanos Brasil afora.

Ler comentários
  1. Luciano disse:

    Agora se você tem um negócio legal e atende todas as normas sanitárias a ANVISA persegue você. Claro, do camelô não vai tirar nada mas é apenas uma questão de justiça social, assim como um bandido tem direito a roubar! A lei foi feita para achacar no momento oportuno. |Lembram do Rock in Rio? Vigilância Sanitária jogou fora alimentos da chef Roberta Sudbrack!

  2. Garcia disse:

    Como assim "Emprego informal"? "Emprego" só existe o formal. Informal é bico, mascate, quebra-galho, extra, por fora, etc. E os governos (3 esferas) só querem saber de encher o saco do empreendedor. Tudo é taxação, autorização, "regulação", o escamabau. E perdem uma enorme oportunidade de faturar com impostos, porque criam dificuldades para vender facilidades. Enquanto isso o povo vai se esquivando. Se empreender não fosse tão complicado, imagine esses 500 mil estariam contribuindo para previdência, ISS, ICMS, IPI etc sem dificuldades. Só que não. Tenta abrir uma espelunca formalmente para você ver a dor de cabeça. Como JR GUZZO disse há pouco tempo. "as coisas vão muito mal num país em que para você produzir, tem que pedir autorização a quem nada produz".

  3. Gilberto Mendes disse:

    Esses EMPREGOS informais são SE VIRA NOS TRINTA, são pessoas que compram OVOS em CAIXAS e vendem fracionados, em cartelas, 30 ovos R$ 10,00, são pessoas que vendem PEIXE, tilápia, pescada branca, SARDINHA, quem não já viu ou ouviu o PEIXEIRO???Verdureiros, queijeiros, alheiros, isso é o BRASILEIRO se virando. E enquanto se LASCAMOS, os GOVERNANTES gastam nosso SUOR, os GOVERNANTES atrasam a vida do BRASILEIRO. Vejam recentemente o REFIS das PEQUENAS EMPRESAS, todo VETADO, uma ABERRAÇÃO, uma PAULADA na cabeça do PEQUENO comerciante, que hoje emprega mais de 70% dos brasileiros. Para BANQUEIROS os descontos foram de mais de 80%, parcelamento de PAI para FILHO, e para o POBRE comerciante, FUMO!!!!!!

  4. João RS disse:

    A informalidade é crônica no Brasil. Está sempre em 50 ou 60% na PEA mesmo em períodos de pleno emprego. Por que? Por causa da CLT. É muita regrinha, regulação, muito custo para contratar, povo prefere trabalhar por conta própria do que dar dinheiro ao governo, como o FGTS, por exemplo. . É uma situação que ocorre no Brasil há 6o ou 70 anos, mas políticos e acadêmicos não parecem notar. É mais fácil você distribuir benefícios, direitos, por canetaço. Aí para obrigar o cumprimento, a Justiça do Trabalho se tornou gigantesca e ativa. Mas não mudou nada. Continuou a informalidade em 50 ou 60% da PEA desde que a CLT foi outorgada. . Bom lembrar que nos países escandinavos, modelo para a esquerda, só há direitos trabalhistas básicos. Não há salário mínimo ou seguro desemprego.

  5. Carlos Costa disse:

    Olha a concordância!! Deixaram os estagiários redigindo os posts de hoje?

  6. USP venera a dilma! Dá pra compreender?? disse:

    A Propaganda é alma do negócio: Kaiser: "Uma grande cerveja" [slogan] . Marketing do PT busca dar charme a 1 homem brega e atrasado: Lula. Tipo charminho: «Danoninho vale por um bifinho». Na última eleição nacional 2014 PT transmutou baranga em Coração-Valente©, via Santana. Transformou mesmo! Publicidade do PT transmutou a baranga [com dislexia] em produto vendável e elegante. E como vendeu! Vendeu Muito. Muito mesmo!, o produto transfigurado. UFMG venera Dilma Coração-valente©. Consumiu-se em bloco. Fez-se estoque na UFMG. O responsável é João-o-Milionário-Santana!, ótimo criador de slogans, ideólogo criativo de Coração-ValentA© Q ganhou milhões de votos de indecisos e dos que acreditam ou caem em sedutores slogans publicitários criativos e bem elaborados: Compre batom, compre Batom!

  7. Brasileiro trabalha político é parasita e Governo é gangue! disse:

    O brasileiro sempre se vira. Apesar do político tirar na "mão grande" via imposto para pagar os "parcos" salários deles coitadinhos.

  8. Indignado disse:

    Tirem o cavalo da chuva Antagonistas. Logo aparece algum esperto propondo a regulamentação da profissão de vendedor ambulante de comida. Exigências: Curso superior em qualquer área e registro no conselho de classe (mediante pagamento de uma anuidade bem salgada, é claro).

  9. João disse:

    Anuncia não, senão amanhã a fiscalização aumenta por todo Brasil. Teremos milhares de carrinhos destruidos, esses bandidos vendedores de laranja a sushi, que não pagam impostos nem inss, serão julgados sumariamente e verão o almoço de seus filhos jogado no lixo. A sorte será dos desafortunados e desempregados que jantarão da entrada a sobremesa.

  10. OLHA O CRESCIMENTO AÍ MEIRELLES,REDE GLOBO disse:

    Ignorante político Bertolt Brecht, dramaturgo alemão: ignorância na política -1898-1956:" O pior analfabeto é o analfabeto político. Não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Não sabe que o custo de vida, preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado E O PIOR DE TODOS OS BANDIDOS: POLÍTICO VIGARISTA, PILANTRA,CORRUPTO E LACAIO DAS EMPRESAS NACIONAIS E MULTINACIONAIS.”

  11. Êxodo de banânia disse:

    Não é à toa que está a crescer o número de pessoas que fogem para Portugal e outros destinos europeus. Na minha família mesmo três foram fazer pós-graduação com bolsa paga por entidade européia e acabaram por ficar por lá.

  12. FISCAL DA VIGILâNCIA SANITÁRIA disse:

    A MÃO PESADA DO ESTADO TEM O DEVER DE INTERVIR NESSA CONFUSÃO!! ABSURDO ISSO! NAO PODE UM SIMPLES E RELES CIDADÃO SAIR VENDENDO COMIDA SEM TER APROVAÇÃO PRÉVIA DA VIGILÂNCIA SANITARIA E SEM PAGAR OS DEVIDOS IMPOSTOS AO IMPONENTE E SOBERANO ESTADO! ESTOU DENUNCIANDO AS AUTORIDADES COMPETENTES PARA QUE PROVIDENCIAS SEJAM TOMADAS! OBRIGADO PELA MATÉRIA, ANTAGONISTAS.

    1. Concordo FISCAL DA VIGILÂNCIA. Agora ficou claro de onde vem 0 Rombo nas Contas Públicas" - Deficits e Falta de Investimentos e tudo mais que impede o crescimento do país. O negócio é tão bom (CAMELÔ DE COMIDA) que saltamos de 100 mil para 500 mil em menos de tres anos, penalizando ainda mais a carga tributária, inadimplência e sonegação de Banqueiros, Multinacionais, Campeãs Nacionais. Quanta injustiça social!

    2. VOCE SO' PODE ESTAR SENDO SARCASTICO! Ainda bem que a Vigilancia Sanitaria do R.J NAO TEM CONDICOES NEM DE SAIR PRA FISCALIZAR , SENAO SERIA A CATASTROFE DOS 500 MILL SOBREVIVENTES DOS GOVERNOS PETISTAS

  13. O MARTELO IMPIEDOSO DO ESTADO disse:

    vcs viram o que a pref de sp fez com o uber, lol

    1. Retardado, isso é consequência da votação na Câmara, votação que Bolsonaro se absteve!! Acorde e pare de pagar micos!!

  14. Marcello1 disse:

    E os gênios da burocracia brasileira soltaram mais uma medida para infernizar a vida do brasileiro: exigir nota para envio de encomendas pelos Correios, mesmo quando o objeto é usado e resultado de venda entre pessoas físicas (pois a "Declaração de conteúdo não pode ser usada para objetos resultado de "mercância"). Como pessoa física não emite nota, como vai vender seu produto usado? Estranho, mas pelo o que está escrito é assim. Quando o remetente é empresa, correto, mas quando é pessoa física é descabido. http://blog.correios.com.br/correios/?p=46771#comment-218831

    1. Exatamente assim que se gera o caos, nossa gestão é a do caos e da imbecilização coletiva. Basta observar a lista de atividade do MEI, tudo que funciona perfeitamente na informalidade está classificado agora se você quiser fabricar algo ou ter uma atividade que possas gerar prosperidade pode esquecer, só consegue bejiando a mão de uns dez órgãos públicos diferentes Depois de todo aquele auê nas ruas tudo caminhando pra mesma de sempre, com um detalhe perderam completamente o pudor de roubar uma hora essa conta vai explodir ai preparem para dividir por 4 suas notas de real.

  15. verdade verdadeira disse:

    Melhor vender comida na rua, do que fake news na internet! Temer ainda é milhões de vezes melhor que Dilma e o pt!!

    1. TEMER, LULA E DILMA SÃO A MESMA COISA SEU TROUXA, FAZEM PARTE DA MESMA ORCRIM QUE DEVASTOU A NAÇÃO. O PMDB É QUEM SEMPRE COMANDOU ESTES GOVERNOS CORRUPTOS DO PT. ELE TEM MAIORIA NO CONGRESSO, TANTO QUE TIROU DILMA QUANDO LHE CONVINHA. FHC, LULA E TEMER SÃO O TRIO SATÂNICO QUE GOVERNA O BRASIL, OS CHEFES EXECUTIVOS DA ORCRIM. ACORDA OTÁRIO.

  16. mm disse:

    O Brasil virou um país de miseráveis, desempregados e ladrões. Os que tem emprego são os servidores e os patrões que pagam seus salários, privilégios, mordomias e indecentes benefícios, estão desempregados ou na informalidade. Os empresários decentes e os trabalhadores civis, estes estão sofrendo com a recessão e pagando a conta do roubo dos servidores, com brutais aumentos de impostos e dos produtos e serviços como a gasolina. Enquanto isto a ORCRIM com a cumplicidade e apoio do Judiciário promove nova fraude eleitoral para consolidar no poder a sua DITADURA. VIVA A IMORALIDADE, A IMPUNIDADE E A CORRUPÇÃO, AS REGRAS E OS VALORES QUE REGEM A NOSSA NAÇÃO.

  17. Ronnypal disse:

    O país definitivamente surtou!!!! Agora o sub mundo do desemprego virou emprego informal para fugir das estatisticas vexaminosas de 13 anos de enganaçao petista. Pobre país!!!

  18. E AGORA MIRIAM, JOÃO, SARDEMBERG;FALO O QUE LÁ EM CASA? disse:

    Entendeu Meirelles , Dyogo, Mansueto, Caetano e curriola de plantão de onde vem o rombo ou precisa desenhar. O setor (CAMELÔS DE COMIDA) cresceu de 100 mil em 2015 para 500 mil em 2017 - menos de tres anos sem pagar um centavos de imposto.Enquanto isso, Banqueiros, Multinacionais, Campeãs Nacionais tiveram que ser onerados com mais impostos gerando inadimplência, sonegação, recuperações judicias, falências, corrupção, obrigadas a tomar emprestimos no BNDES, CEF, BB para manterem o negócio e garantirem o emprego de mais de 20 milhões de brasileiros.

  19. Soropita disse:

    Estamos evoluindo... logo chegaremos a chafurdar os 'lixões', como já vem acontecendo na Venezuela Bolivariana!... rsrs

    1. Bem lembrado! Não deve demorar depois que aprovarem a tirania (ditadura ná vivemos!!) disfarçada de semipresidencialismo

  20. Heróis! disse:

    Povo heróico de um governo perdulário!