Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Caminhoneiros prometem greve caso Bolsonaro não atenda a demandas

Os motoristas exigem cumprimento do frete mínimo e nova política de preços para os combustíveis
Caminhoneiros prometem greve caso Bolsonaro não atenda a demandas
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após reunião no Rio de Janeiro, grupos de caminhoneiros prometeram uma nova paralisação a partir de 1º de novembro caso o presidente Jair Bolsonaro não atenda as demandas da categoria.

No encontro, associações de motoristas decidiram declarar “estado de greve” de 15 dias

Os motoristas exigem, entre outras coisas, cumprimento do frete mínimo e nova política de preços para os combustíveis.

Em vídeo que circula em grupos da categoria, o deputado Nereu Crispim, presidente da Frente Parlamentar do Caminhoneiro Autônomo e Celetista, afirmou:

Nós, caminhoneiros autônomos do Brasil, estamos em estado de greve. Significa dizer ao governo Bolsonaro que o prazo de três anos que ele teve para desenvolver, desencadear, melhorar a vida do transportador autônomo não foi cumprido.

Mais notícias
TOPO