Candidata de Bolsonaro no Mato Grosso chorou e disse que Jesus avisou que ela vai ganhar

Candidata de Bolsonaro no Mato Grosso chorou e disse que Jesus avisou que ela vai ganhar
Foto: Câmara dos Deputados

Nos últimos meses, Jair Bolsonaro tentou unificar as candidaturas do deputado federal José Medeiros (Podemos) e da policial militar Rúbia Fernanda de Oliveira (Patriota).

Ambos são candidatos na eleição suplementar para o Senado em Mato Grosso — os eleitores escolherão quem assumirá o lugar da Juíza Selma, cassada por caixa dois e abuso de poder econômico.

Segundo Medeiros (foto) tem contado no estado, o presidente ligou para ele, para que os dois, ele e Rúbia, se entendessem. O deputado, porém, pediu que o próprio presidente tomasse a decisão e os comunicasse. Medeiros colocou a vaga de primeira suplente à disposição da policial militar.

Quando o presidente foi conversar com Rúbia, segundo relato detalhado de Medeiros em áudio que circula pelo estado, ela teria chorado, dizendo que Bolsonaro tinha que ser “homem de palavra” e apoiá-la. Ela, que é evangélica, também alegou ao presidente que Jesus havia revelado que ela será eleita senadora.

Bolsonaro acabou decidindo apoiar a policial militar, rachando o bolsonarismo na eleição local.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
TOPO