Candidato de Ciro no Rio defende ‘acabar de vez’ com UPPs

Pedro Fernandes, pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PDT, acha que é preciso “acabar de vez” com as UPPs.

Em sabatina promovida pela Folha, UOL e SBT, ele disse:

“É preciso investir em inteligência e tecnologia da polícia. É pela falta desses investimentos que o Rio não consegue detectar quem são os milicianos e nem consegue aumentar o percentual de elucidação de crimes.”

E perguntou:

“Quem foi o insano que disse que daria para colocar UPP em todas as favelas do Rio?”

Conheça Por Dentro O Estrago Que A Esquerda Fez na Venezuela. Poderia Ser No Brasil. MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Alejo disse:

    Falou dos milicianos, parabéns. Mas é extremamente irritante a incapacidade da esquerda de pronunciar a palavra TRAFICANTE. Como se o PCC, para dar um exemplo, fosse menos perigoso que uma milícia qualquer.

Ler comentários
  1. marcos disse:

    upp é o policiamento perene em FAVELAS, coisa que nunca houve, apenas "operações";;; com upp traficante tv de fugir para o interior do Estado. com o fim, eles poderão voltar, e o inferno será MUITO PIOR. é isso que a esquerda quer e sempre lutou, querem voltar a ter financiamento

  2. QUANTO PIOR MELHOR, É O LEMA POLÍTICO NO BRASIL! disse:

    Assim podem roubar a vontade, enquanto o povo corre atras da sua sobrevivência! O supremo federal, e aqueles ministro de sempre, também concorda com isso ao derrubar ontem a Condução Coercitiva. QUANTO SE ESPERA QUE NÃO TEM NADA MAIS PARA PIORAR. AINDA PIORA!

  3. Pois é!! disse:

    UPPs não funcionaram mas se deixar essa gente relacionada ao Sardinha quer acabar é com a PM de vez!!

  4. Raphael Ferrari disse:

    Até que enfim um candidato com peito e coragem de falar a verdade. Meu voto é do juiz federal WILSON. Por enquanto...

  5. Cláudio disse:

    “Quem foi o insano que disse que daria para colocar UPP em todas as favelas do Rio?” Beltrame indicado por Luiz Fernando Corrêa (fazem parte da República de Santa Maria – RS). veja aqui. http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigo.aspx?id=7424

  6. Martin disse:

    É trágico o destino do Rio de Janeiro. Não há salvação para a população fluminense.

  7. Fim das UPPs, início dos Gulags disse:

    Tiro Gomes ligado ao Partido Comunista Chinês vai acabar com as UPPs e implantar os primeiros Gulags no Rio de Janeiro. Ano que vem acabou o Facebook e Twitter no Brasil. Todos os brasileiros serão transferidos para o campo e obrigados a trabalhar lá nos engenhos do coronel Ciro Gomes.

  8. Piu-Piu disse:

    Pode colocar quem quiser em qualquer esfera governamental, o Rio de Janeiro é paciente terminal e ... PHODASSE!

  9. Macaco velho disse:

    Se eleger não vai consegir mudar nada no Rio, alí tem que haver um gestor unidos com todos os ógão , para conseguir fazer uma marolinha pro crime!

  10. Anti-comunista disse:

    Para a esquerda, a solução para todos os problemas é sempre a mesma: "É necessário investir mais, mais e mais" Queria saber de onde vão tirar recursos, já que o RJ está quebrado... aumentando impostos?

  11. Walter disse:

    Tem que acabar de vez é com o Ciro! O Ciro Gomes é o novo Sarney, REnan, Collor! Nem a Patricia aguentou ele!

  12. Luiz Antônio de Souza disse:

    Pedro Fernandes, de quem se trata mesmo? Talvez não passe disso: o homem de Ciro Gomes, no Rio de Janeiro! Qual a capacidade política e administrativa deste senhor, nenhuma. Chega de aventureiro, principalmente vindo de PDT. Já nos bastou o tal de garotinho, que de tão velho ficou velhaco!

  13. ANTONIO HENRIQUES CARDOSO disse:

    Pedro Fernandes, PDT: O mesmo partido que lançou Anthony Garotinho e Rosinha Matheus que acabaram de arruinar o Rio de Janeiro, antes de Cabral apagar de vez as luzes. Partido criado por Brizola, responsável pelo primeiro desastre no Rio em 82 e depois em 90, deixou filhotes como César Maia e outros

  14. respondo disse:

    OCrime organizado e o Sérgio cabral...um acordo até depois da olimpíada...o que ocorreu...depois a polícia perdeu o "controle"