Candidato mais rico do Brasil doa R$ 1,1 milhão a outros

O candidato mais rico do Brasil, pelo menos em patrimônio declarado, é o empresário Fernando Marques, do Solidariedade, que tenta uma vaga no Senado pelo DF, registra a Época.

Dono da União Química, Marques declarou R$ 667 milhões ao TSE. E, até o momento, já doou R$ 1,1 milhão a outras candidaturas.

O maior favorecido é Rogério Rosso (PSD), candidato ao governo do DF, com R$ 700 mil.

Em seguida aparece Cristovam Buarque (PPS), concorrente direto de Marques na eleição para o Senado. Cristovam recebeu R$ 300 mil do empresário e rival.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Marcio disse:

    Como assim, fazer doação para adversários???....Isso pode Arnaldo???.....Possivelmente esse candidato deve acreditar que isso é investimento e não despesas....da-lhe pr#pin@!!!

Ler comentários
  1. Alex disse:

    Pois é e tentam perseguir o AMoÊdo, e ai Ibope , cade a pesquisa???

  2. Jaime disse:

    Candidato do Solidariedade? Paulinho da Força? Tô fora. Temos que votar em candidatos do PSL para o Bolsonaro poder governar com tranquilidade.

  3. Marcio disse:

    Isso chama-se propina !! Esta união quimica só produz lixo !! Por que a vigilancia sanitária não fecha ? Por causa da doação !!

  4. Aderval disse:

    O kara está no partido do corrupto Paulo Pereira, este dono do sindicato Força Sindical, corrupto dentro do Ministério do Trabalho. Como pode um ricaço apoiar um partido de corruptos e ser limpo?