Candidato que perdeu com mais de 1,8 milhão de votos na Bahia mira Prefeitura de Salvador

Durante a campanha das eleições de outubro do ano passado, Irmão Lázaro, ex-cantor do Olodum e pastor da Igreja Batista, chegou a liderar pesquisas na corrida por uma vaga ao Senado na Bahia.

No dia da votação, mesmo recebendo 1.830.581 votos, ficou atrás de Angelo Coronel (PSD) e de Jaques Wagner (PT), que saíram vitoriosos das urnas.

Ainda filiado ao PSC, Lázaro está com um pé no PR, apurou O Antagonista. A mudança faz parte de uma estratégia para que ele seja o nome do partido de Valdemar Costa Neto na corrida pela Prefeitura de Salvador no ano que vem.

Ele confirmou ao site:

“Estarei à disposição do povo de Salvador para assumir essa missão.”

Lázaro, que fez campanha para Jair Bolsonaro — relembre aqui –, disse que pedirá o apoio do agora presidente. Ele também pretende, nos próximos dias, tratar do assunto com o atual prefeito da capital, ACM Neto.

Descubra Como Funciona O “Jogo Sujo” do Congresso Veja aqui!

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 40 comentários
  1. Pra você ver. Além do Irmão Lázaro, tem o Hélio Bolsonaro. Dois negros, sendo este último o mais votado depvtado federal do RJ. Todos conservadores, cristãos, com os mesmos valores.

  2. No Brasil não existe Eleição É Fraude Bolsonaro foi ACLAMADO ANTES ! Se não fosse fraude Bolsonaro teria vencido já no 1º Turno com mais de 75% dos votos. Congresso foi empossado por fraude 1º

    1. Congresso foi escolhido a dedo pelos fraudadores precisamos de Faxina ainda na Republica Voto Auditável e Cadeia para os fraudadores de Eleições, Homicidas e Servidores do TSE Prevaricadores juizes

    1. Ótimo trabalho mesmo. Tem 5 cidades baianas entre as mais violentas do país. Salvador é a capital brasileira que menos investe em saúde. Pobre povo cego brasileiro!

  3. São rasos os critérios de exigência para ser político. Infelizmente se o cara canta mais ou menos é o suficiente para ser prefeito , governador, senador etc.; será que o cara conhece um pouco de

    1. É. Teve um que era analfabeto e que virou presidente, tem uma que ninguém entendia o que ela falava e que também virou presidente…

    2. São rasos mesmo Joaquim, aliás nem precisa falar, conheço um que tudo que sabe fazer é fazer arminha com as mãos e virou presidente!!

    3. Caso Frank Aguiar ou Sérgio Reis se candidatem e vençam as eleições, não vimos nem vemos esse tipo de questionamento. É isso mesmo ou é outra coisa?