Candidatos defendem cortes de benefícios fiscais

Para ajustar as contas públicas, corte de benefícios fiscais e tributários tem ganhado espaço nas campanhas presidenciais.

O Estadão fez um levantamento do que os assessores econômicos dos principais candidatos disseram sobre o tema. Todos eles deram destaque para o tamanho da arrecadação que o governo perde anualmente com as benesses.

Pérsio Arida, que assessora Geraldo Alckmin, defende o fim ao tratamento fiscal privilegiado de papéis como LCAs e LCIs, que são isentos do Imposto de Renda.

Paulo Guedes, representante do candidato Jair Bolsonaro, e os economistas de Marina Silva também defendem a redução dos benefícios fiscais, mas não deram detalhes dos setores que poderiam ser atingidos.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Alckmin sabe como ninguem o que deve e o que não deve ser feito! Governar SP por quase duas decadas deixou ele mais preparado do que qualquer outro candidato! #GeraldoPresidente

Ler mais 54 comentários
  1. Alckmin sabe como ninguem o que deve e o que não deve ser feito! Governar SP por quase duas decadas deixou ele mais preparado do que qualquer outro candidato! #GeraldoPresidente

  2. Neste momento o que o país precisa é de gente competente para colocar o país no caminho do crescimento. Já ia votar no Alckmin e fiquei muito contente ao saber da vinda do Pérsio Arida.

  3. “Os funcionários já são poucos e, na maioria, mal pagos. Quer mexer no que?” A TV do Lula emprega por volta de 3000 mil companheiros com salários “globais”. O judiciário está cheio de penduricalhos…

  4. “Os funcionários já são poucos e, na maioria, mal pagos. Quer mexer no que?”. Só o Lula criou 21 ministérios para encher de companheiros, regiamente pagos. Tem faxineira que ganha mais do que eu.

  5. Entre catar uns caraminguás da já combalida classe média e cassar as benesses do Erário aos bancos, às grandes indústrias e às grandes empresas em geral, o Arida escolhe ferrar o cidadão comum.

  6. Privatização sobra muito dinheiro para investir no social, na indústria e comercio privados, onde os empregos e gastos são controlados para a sobrevivencia do negócio.

    1. Em parceria com o Centrão Geraldo Alckmin só vai poder fazer uma coisa: Roubar os cofres públicos país afora.

  7. A privatização da Petrobras e da Eletrobras iria gerar recursos para zerar o déficit público, mas nenhum candidato tem ‘peito’ para cogitar de discutir este tema. O Centrão não deseja privatizações!

  8. Definir seu voto só por uma simples abordagem de reportagem? Por favor, não é? É preciso ir mais a fundo nas questões, que maneira mais simplista de se decepcionar e definir seu voto.

  9. PENSEM MELHOR, reduzir o tamanho da máquina pública, cortar 40% do Congresso tanto parlamentares quanto funcionários, eliminar penduricalhos do judiciário, eliminar cargos em comissão, privatizar tudo

  10. Estadão: “70% das empregadas domésticas estão na informalidade”. Desde o Getúlio Vargas esses comuno-socialistas fazem isso, dando supostos benefícios que prejudicam os própios trabalhadores.

    1. Conheço duas mulheres humildes, chefes de família, na faixa dos 50 anos. Uma é analfabeta e a outra “sabe ler e escrever” e ambas foram demitidas como domésticas, trabalhando hoje fazendo faxinas…

  11. Geraldo imposto sindical ORCRIMin, Geraldo bitributação de dividendo ORCRIMin, Geraldo centrão da corrupção ORCRIMin, Geraldo Paulo Preto ORCRIMin, Geraldo Beiçola ORCRIMin, Geraldo Temer ORCRIMin, Ge

  12. O que é benefício fiscal? Redução de impostos para alguns setores. Tem reduzir impostos para todo mundo. Corte de benefícios significa aumento de impostos para não mexer no funcionalismo.

  13. Persio defende badulaques que nada representam em termos de volume de recursos. Tática diversionista de economista de aluguel de “esquecer” a tributação de dividendos, dezenas de vezes mais relevante.

    1. Dividendos já são tributados, só que do lado das empresas. Qualquer papo de aumentar impostos (com algumas exceções) é besteira.

  14. Por falar nisso, muitos dos jornalistas que acusam Jair Bolsonaro de receber auxílio LEGAL, segundo o capitão, são contratados e recebem como pessoa jurídica, pagando menos imposto de renda. Bonito?

  15. Constituição de 1988 + PT = 66 milhões de Nem-Nem! Todo mundo só investe ou trabalha para ganhar dinheiro! No Brasil, se ganhar, alguém rouba, principalmente o governo! Só mudar isto aí!

  16. Excluiu a visão do Ciro a mais contundente nesse assunto. É fácil perceber quando as notícias tem como princípio básico “o fato”. Ou quando é induzido a pela sua própria vontade.

  17. Só a renúncia fiscal com a MP das petroleiras causará um rombo estimado de R$ 1 trilhão nas contas públicas, em 25 anos, mais do que o dobro do que se pretende poupar com a Reforma da Previdência…

  18. O problema não são os benefícios fiscais e tributários, é o funcionalismo público. Quem fala em corte de benefícios fiscais na realidade quer aumentar impostos para não mexer no funcionalismo!

    1. Perfeito, mas essa percepção requer um domínio básico de economia, algo raro até no meio jornalístico.

  19. Deveriam estimular o desenvolvimento em estados “recebedores”, assim, poderia sobrar mais “grana” para estados “pagadores”. Cassinos bem controlados pelo governo e sociedade civil, seriam boa opção.

  20. Cortem as benesses dos bandos de ladrões que frequentam os três poderes, chega de esfolar, penitenciar, assaltar os cidadãos brasileiros. Paulo Guedes é apenas mais um dessa nojeira que está aí.

  21. Há várias absurdo cometido pela imprensa no país mas o blog do Lauro Jardim no globolixo perdeu a noção ao incluir numa postagem o livro do Bolsonaro entre dois livros do ditador Hitle. Um Absurdo!

    1. Mas, fazer esse tipo de comparação, comparar Bolsonaro a Hitle não é campanha contra é crime de injúria. O Lauro Jardim sempre fazendo o serviço sujos da globolixo.

    2. O Lauro Jardim não é conhecido como PSOLauro à toa. Depois daquela fake news da Rocinha, desmentida pelo Augusto Nunes, ele só piora.

  22. Sem uma grande mudança de paradigmas para uma retomada significativa da economia e dos investimentos, sem saída! “Tem que abaixar os impostos e aumentar a base” (Paulo Guedes).

  23. Simples, vai encarecer o “custo Brasil”. A única forma de reduzir o custo Brasil é cortando do funcionalismo público. O Estado é um indivíduo obeso que come cada dia mais e produz menos.

  24. Pérsio Árida e Alckmin com as mesmas velhas ideias esquerdistas do PT. Quero saber como o pequeno poupador financiará a agricultura e construção civil sem o benefício fiscal desses papéis.

  25. Alckmin não quer ir pra cadeira. E quer roubar mais e mais. Desta vez não vai colar. Quero esse careca e toda a cúpula comunista presa. Só vamos descansar depois de todos serem presos.

  26. É aquele papo de sempre de prometer mundos e fundos, e o cara só faz roubar com o Centrão que é a Orcrim. Ninguém quer mais ORCRIM. Queremos todos presos, inclusive o ChuChu.