Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Capitã Cloroquina pediu perguntas para enviar a 'senadores amigos' na CPI da Covid

Em treinamento por videoconferência antes do seu depoimento, em 25 de maio, Mayra Pinheiro disse que a comissão tinha 'cinco senadores que vão jogar com a gente'
Capitã Cloroquina pediu perguntas para enviar a senadores amigos na CPI da Covid
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Antes de depor na CPI da Covid, em 25 de maio, Mayra Pinheiro, a Capitã Cloroquina, pediu ajuda para formular perguntas a serem enviadas a senadores fiéis ao governo de Jair Bolsonaro no colegiado, mostra vídeo divulgado hoje por vários veículos de imprensa.

Nas imagens, que mostram um treinamento por videoconferência, a secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde aparece ao lado do pesquisador Regis Bruni Andriolo e do médico olavista Hélio Angotti Neto, também secretário da pasta.

“Se o senhor puder fazer três ou quatro perguntinhas que os deputados [sic] podem me fazer. Tem um grupo que nos apoia, que reconhece o nosso trabalho. Esse grupo precisa fazer perguntas que nos ajudem no nosso discurso. Que perguntas posso dar a esses senadores fazerem a mim, que eles chutam para eu fazer o gol?”, pergunta Mayra no vídeo.

“Capricha e já me dá a resposta porque os senadores têm que ter essa respostinha. Tem cinco senadores que vão jogar com a gente”, acrescenta a Capitã Cloroquina, sem especificar quem seriam os senadores “amigos”.

Acusada pelo ex-chefe Eduardo Pazuello de ser a responsável pelo envio de cloroquina a Manaus e pelo aplicativo TrateCov, aquele que recomendava o remédio para praticamente qualquer sintoma, Mayra negou qualquer responsabilidade quando depôs.

Mais notícias
TOPO