Capital paulista tem 'kit intubação' para 23 dias, diz secretário

Capital paulista tem kit intubação para 23 dias, diz secretário
Foto: Reprodução, YouTube

Edson Aparecido, o secretário municipal de Saúde de São Paulo, disse nesta quinta (15) que a capital paulista conta com os remédios do chamado “kit intubação” para a Covid por no mínimo 23 dias, registra o Agora São Paulo.

O kit é composto por anestésicos e relaxantes musculares, para permitir que pacientes graves da doença sejam intubados.

Aparecido, que participou da inauguração de um hospital da prefeitura, afirmou ainda que a gestão de Bruno Covas receberá nesta sexta (16) e na próxima segunda (19) novos lotes de remédios.

“Temos medicamentos com 60 dias, outros com 88, 119, 145 dias de garantia. Nenhum dos componentes do kit intubação está com situação-limite abaixo de 23 dias. Todos nossos hospitais estão abastecidos”, declarou o secretário.

Na quarta (14), o Cosems, conselho paulista de secretários municipais de Saúde, afirmou que 68% dos serviços de saúde do estado já haviam zerado o estoque do kit e estavam usando remédios alternativos, menos modernos.

O “kit intubação” também foi alvo de disputa entre os governos paulista e federal hoje. O secretário de Saúde de João Doria, Jean Gorinchteyn, disse ter enviado nove ofícios ao Ministério da Saúde alertando para a escassez do kit; o ministro Marcelo Queiroga respondeu que “não adianta só enviar ofício”.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
TOPO