Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Cara de acordão ou de medo do Centrão"

O deputado Paulo Ganime, do Novo do Rio de Janeiro, provocou Jair Bolsonaro, que admitiu sancionar fundo eleitoral de R$ 4 bilhões
“Cara de acordão ou de medo do Centrão”
Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

Como noticiamos mais cedo, Jair Bolsonaro admitiu hoje que o fundo eleitoral pode chegar a R$ 4 bilhões em 2022. O presidente agora diz que vai vetar apenas o “excesso” aprovado pelo Congresso.

O partido Novo tentou, sem sucesso, antes do início do recesso parlamentar, na sessão do Congresso que aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022, brecar o “golpe do fundão”.

Paulo Ganime, deputado do partido, escreveu no Twitter, provocando o presidente da República:

“Essa história que o Bolsonaro não pode vetar todo fundão na LDO é história. Nada o impede de vetar tudo. Mesmo que na LOA [Lei Orçamentária Anual] sejam restituídos os R$ 2 bilhões da última eleição. Ou seja, ele está dando desculpa para dobrar o fundo em 2022. Cara de acordão ou de medo do Centrão.”

Essa manobra havia sido antecipada na semana passada pelo vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), em entrevista exclusiva ao Papo Antagonista.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO