ACESSE

Cardeal não gostou do uso de convento para missa de Marisa Letícia

Telegram

O Antagonista apurou que o cardeal dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, não gostou nada de saber do uso do Convento Santo Antônio para “evento partidário” durante a missa de um ano da morte de Marisa Letícia, no último fim de semana.

Foi o próprio cardeal quem pressionou o chefe da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, responsável pelo convento, a se manifestar sobre o caso.

Durante a cerimônia religiosa, estenderam bandeiras do PT no corredor da igreja.

Comentários

  • FELIPE -

    Não se sabe qual a religião e muito menos a igreja que frequentava, porque aceitar fazer uma missa? É preciso separar o joio do trigo. Não é porque morreu que virou santo.

  • ESTARRECEDOR! -

    Ainda não tinha visto essa foto. Causa uma impressão muito ruim ver o caminho que leva ao altar da igreja coberto por bandeiras de partidos, centrais e/ou movimentos sindicais, ou mesmo fãs do condenado. Que mensagem pretendem passar? Que são os salvadores do mundo? Que o altar da igreja, onde recebemos as bênçãos e a palavra de Deus, lhes pertence? Querem se equiparar a Deus?

  • Antonio -

    o PT é cria da pastoral da terra e dos padres esquerdalhos agora ficam de mimimi rejeitando a própria criação

Ler 113 comentários