Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Bolsonaro promete processar Omar Aziz por vazamento de dados na CPI

O filho do presidente da República alega que o relator da comissão, Renan Calheiros, divulgou trechos de um depoimento que ele prestou à PF
Carlos Bolsonaro promete processar Omar Aziz por vazamento de dados na CPI
Foto: Caio César/Câmara do Rio

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) prometeu processar o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), pelo crime de prevaricação, após o senador não ter tomado providências quando a um suposto vazamento de dados do inquérito dos atos antidemocráticos.

A “prova” citada por Carlos Bolsonaro (foto) foi uma manifestação do relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), durante depoimento do ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten, realizado em maio.

Naquele dia, Calheiros perguntou, com base em um depoimento do vereador à Polícia Federal, se Wajngarten repassava um briefing diário com as manchetes dos principais jornais ao filho do presidente da República.

Com base nessa única pergunta, Carluxo alegou que houve vazamento de dados sigilosos. No entanto, em setembro do ano passado, alguns veículos de imprensa divulgaram detalhes sobre esse depoimento de Carlos Bolsonaro à PF.

“Apresentarei denúncia de prevaricação contra o presidente da CPI do covid (sic), ao não tomar providência de cometimento, em tese, de crime de vazamento de dados de inquérito sigiloso (atos antidemocráticos), cometido pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL)”, disse o filho do presidente por meio do Twitter.

Hoje, Renan apresentou a sua sugestão de relatório final e sugeriu o indiciamento de Carluxo por comandar uma rede de divulgação de fake news.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO