Carlos Fernando dos Santos Lima: Gilmar, Centrão e PT unem-se como urubus

Telegram

Em artigo publicado hoje no Estadão, Carlos Fernando dos Santos Lima, ex-parceiro de Deltan Dallagnol na Lava Jato, lamenta que “está a caminho o oferecimento da cabeça de Deltan Dallagnol em uma bandeja para a satisfação de vilões”.

Diz que o procurador e a operação estão indefesos contra os ataques e que Gilmar Mendes, o Centrão e o PT “unem-se em torno de mensagens apócrifas e de origem criminosa qual urubus à espera da morte da reputação” do coordenador da Lava Jato.

“O que está por vir é uma blindagem de um modo de relacionamento espúrio entre os três poderes, com a venda constante de apoio político, com a impossibilidade de serem investigadas autoridades e seus familiares. O que está a caminho é um ataque à independência do Ministério Público – um real atentado à Constituição de 1988. Querem afinal, a submissão dessa instituição aos seus interesses, querem que promotores e procuradores continuem processando somente negros, pobres e prostitutas”, escreve o procurador, já aposentado.

Comentários

  • Leonam -

    Eles se unem não como urubus, mas como moscas na m e r d a.

  • glauco -

    Esqueceu de mencionar que o Presidente é parte desta tramoia.

  • Ademir -

    Todos nas ruas dia 25, em defesa da lava-jato!

Ler 87 comentários