Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Fernando Lima: A mentira como método

"O que se vê na política, nas cortes judiciais, no serviço público e até na imprensa (...) é a sistematização da mentira como forma de manipular parcelas da sociedade em favor de interesses mesquinhos e desonestos"
Carlos Fernando Lima: A mentira como método
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Em seu artigo para a Crusoé que foi ao ar hoje, o procurador Carlos Fernando Lima comenta a CPI da Covid e o que chama de uso da “mentira como método”.

“Não bastasse (…) estarmos sendo governados por um mitômano suspeito de também planejar atentados contra instalações do Exército e utilidades públicas, o que se vê na política, nas cortes judiciais, no serviço público e até na imprensa, antiga responsável pela curadoria da veracidade das informações para a população, é a sistematização da mentira como forma de manipular parcelas da sociedade em favor de interesses mesquinhos e desonestos.

O exemplo mais atual desse espetáculo de mentirosos e hipócritas é o da chamada Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid, onde o parlamentar relator, um dos mais abjetos e mentirosos políticos brasileiros, dá lição de moral em ministros e ex-ministros igualmente mentirosos, ameaçando-os de punição por suas falsidades, quando sabe que o Supremo Tribunal Federal sempre garantiu aos investigados e acusados o direito de livre e alegremente mentirem para autoridades.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO