Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Fernando Lima, na Crusoé: "Moro e Dallagnol, ou a Lava Jato vai às urnas"

"A filiação de Moro ao Podemos e a exoneração a pedido de Deltan dos quadros do MPF são o início da criação de uma frente de centro legítima"
Carlos Fernando Lima, na Crusoé: “Moro e Dallagnol, ou a Lava Jato vai às urnas”
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

“A recente filiação de Sergio Moro ao Podemos, celebrada em uma mega cerimônia neste último dia 10 no auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília, e a exoneração a pedido de Deltan Dallagnol dos quadros do Ministério Público Federal são o início da criação de uma frente de centro legítima para o combate à corrupção dentro da política, e não aquela fraudulenta e mentirosa encabeçada por Jair Bolsonaro e sua trupe em 2018″, diz o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima (foto) em sua coluna na Crusoé.

“A ida para política, com a submissão de seus nomes ao referendo popular, desses dois ex-funcionários públicos desperta as mais diversas reações, desde o ódio puro e simples, passando pela hipocrisia da crítica simplista, da desconfiança natural daqueles que não conhecem ambos, até o entusiasmo dos admiradores da operação Lava Jato. Esses sentimentos contraditórios, elevados à potência máxima em um país polarizado, são sequelas de um processo político dissociado dos anseios da sociedade brasileira e da apropriação criminosa dos interesses públicos por um pequeno grupo de caciques políticos.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....