Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Fernando, na Crusoé: "Perspectivas pós-manifestações"

"A capacidade real do movimento bolsonarista de mobilizar sua base, cada vez menor, é verdade, mas muito aguerrida"
Carlos Fernando, na Crusoé: “Perspectivas pós-manifestações”
Foto: Rodolfo Buhrer/Folhapress

A adesão significativa do movimento bolsonarista às manifestações de Sete de Setembro […] e a baixa adesão da população às manifestações de 12 de setembro a favor do impeachment do presidente levantam algumas reflexões a respeito do futuro pleito presidencial, diz Carlos Fernando Lima, em sua coluna na Crusoé.

A primeira delas é a respeito da capacidade real do movimento bolsonarista de mobilizar sua base, cada vez menor, é verdade, mas muito aguerrida, em torno de inimigos escolhidos pelo gabinete do ódio do Palácio do Planalto. Fica claro que a linguagem populista, o uso das fake news e das redes sociais e a manipulação de preconceitos encontram forte eco em cerca de 20% da população, e que a influência dessa máquina durante a campanha não pode ser subestimada, especialmente para demonizar os adversários e criar adesões de última hora.”

“Por outro lado, está óbvio que o impeachment de Bolsonaro não empolga a população tanto quanto empolgou a mesma campanha contra Dilma Rousseff.”

Leia aqui a coluna completa.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO