Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Sampaio: 'discussão de quarentena eleitoral agora é afronta ao regimento'

Câmara suspende sessão sem votar destaques do Código Eleitoral. Deputado diz que não é possível discutir matéria já deliberada pelo plenário
Carlos Sampaio: discussão de quarentena eleitoral agora é afronta ao regimento
Reprodução: Redes Sociais

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) considerou um “absurdo” e uma “afronta ao regimento interno da Câmara dos Deputados” a volta do debate sobre quarentena eleitoral para juízes e integrantes do Ministério Público. O texto que havia sido rejeitado na semana passada retornou à pauta por meio de emenda aglutinativa proposta pelo líder do PP, Cacá Leão (BA).

Sampaio disse que vai lutar para derrubar a proposta. “O destaque só poderia referir-se às matérias do Código Eleitoral que ainda faltam ser votadas, mas nunca para reapreciar matéria já votada pelo soberano plenário da Câmara. E o que é pior: estão somando dois destaques que nada falam sobre quarentena“.

A sessão da Câmara foi suspensa há pouco sem votação dos destaques ao texto-base do novo Código Eleitoral porque não há acordo para votação da quarentena eleitoral.

A Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira (8) com 378 votos a favor e 80 contrários o texto-base. Na sessão de hoje, os deputados votariam os destaques, propostas de modificação do projeto relatado pela deputada Margarete Coelho (PP-PI). Mas ficou para amanhã.

Mais notícias
TOPO