Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carluxo será convocado pela CPI, mas em um segundo momento

Carluxo será convocado pela CPI, mas em um segundo momento
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Integrantes da CPI da Covid classificam como inevitável uma futura convocação do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, para dar explicações sobre sua atuação dentro do Palácio do Planalto.

Durante depoimento prestado ontem, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta disse que o filho do presidente participou de algumas reuniões ministeriais, sempre atrás de Bolsonaro, e apontou o vereador como um dos possíveis sabotadores das ações adotadas pelo Ministério da Saúde.

A expectativa é que até a próxima semana o senador Humberto Costa (PT-PE) apresente requerimento de convocação de Carlos Bolsonaro. Contudo, qualquer pedido relacionado ao filho do presidente será apreciado apenas na segunda metade das investigações.

Os senadores avaliam que ainda precisam de mais elementos para trazê-lo à CPI antes da análise de qualquer pedido de oitiva. Os parlamentares suspeitam que Carlos Bolsonaro comandou uma ofensiva digital, que incentivou aglomerações e promoveu medicamentos sem comprovação científica, indo de encontro às recomendações do Ministério da Saúde.

Além disso, os senadores não querem chamar o vereador neste momento para não serem acusados de usar a investigação para atingir o presidente Jair Bolsonaro. “Vamos obter mais informações e dados sobre a sua atuação na CPI. Mas é fato que precisamos descobrir sua real função nessa ‘realidade paralela’ criada pelo Palácio citada por Mandetta”, disse um senador em caráter reservado.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO