Cármen ignora pedido do colega e Duda Mendonça fica na espera

Marco Aurélio Mello, do STF, não só liberou seu voto para julgamento, como pediu para que Cármen Lúcia, a presidente da corte, pautasse logo a ação sobre a possibilidade de a Polícia Federal fechar acordos de delação premiada, como antecipamos aqui.

Carminha ignorou o colega. O Diário da Justiça publicou a pauta de novembro e a tal ação direta de inconstitucionalidade (ADI) nº 5508 ficou fora da lista.

A delação do publicitário Duda Mendonça, que tem tratado de suas questões diretamente com a PF, aguarda homologação há quase 8 meses.

Vale registrar que esse período é 16 vezes maior do que aquele que antecedeu a validação do acordo feito entre a JBS e Rodrigo Janot. E 6 vezes maior do que o tempo que o Supremo levou para homologar a delação da Odebrecht, a chamada “delação do fim do mundo”.

A quem interessar, aqui está a pauta completa de julgamentos, no plenário do STF, previstos para o próximo mês:

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 17 comentários
  1. Mais uma que entra para a lista dos falsos heróis da pátria… Chegou botando banca, deu entrevista ao Bial, prometeu o mundo e entrega agora uma agenda covarde. O Brasil precisando de exemplos e Carminha nos mostra que ela não pode ser um deles.

  2. O STF só tem pautado temas ligados à agenda politicamente correta, que é o que interessa à sua Presidente. Temas efetivamente relevantes para a sociedade ficam de fora ou aguardam na interminável fila.

  3. A Lei 12850 no art.4.o , parágrafo segundo e sexto, cita o MP e o Delegado de Policia indistintamente como participantes possíveis de delação premiada. Assim, não há dúvida que se tenha para se afastar a competência da PF para promover uma delação premiada. A lei também afasta o Juiz das negociações, mas só cabe a ele decidir sobre a pena a ser aplicada. No Brasil o MP não só quer afastar a PF , como já vem até decidindo a pena a ser aplicada.
    Leiam o parágrafo 6 acima referido:
    § 6o O juiz não participará das negociações realizadas entre as partes para a formalização do acordo de colaboração, que ocorrerá entre o delegado de polícia, o investigado e o defensor, com a manifestação do Ministério Público, ou, conforme o caso, entre o Ministério Público e o investigado ou acusado e seu defensor.

  4. Isso choca! Tantas delações a serem negociadas com a Polícia Federal, que é quem tem a experiência real com esse assunto, e o Supremo resolve travar a discussão?? A Presidente sempre se apresenta na televisão como a vanguarda da ética e do país das coisas certas. Quero acreditar que esse erro será corrigido imediatamente e esse julgamento ocorra o quanto antes, para o bem do nosso pobre Brasil…

  5. Carmem Lucia, a meritíssima, está no cargo de presidente do STF mas quem será que REALMENTE manda naquele Tribunal. Será que é o Lula, ou ainda o Renan Calheiros, será a ONU?
    Ah, tenho certeza que não é o povo que paga os impostos.

  6. O brasileiro está FARTO e ENOJADO desses jogos políticos feitos pelos homens da lei, aqueles que decidem o Brasil!
    Verdadeira QUADRILHA se instalou (foi instalada) nessa corte, que hojé somente é suprema no CONLUIO com bandidos e politicos ordinários!
    Ninguem aguenta mais esse morno de tapeação que fazem com o povo, e isso só aumenta a cada dia a ânsia que o brasileiro está de ter seus direitos de JUSTIÇA garantidos pelos MILITARES!!!
    É UM PEDIDO DE SOCORRO SIM!!!!!

  7. FALTOU LENHA PF! Por a tora no fogão é cozinhar pra fora… Ensaiou um toque, mas não rolou nem um beijinho grego… PRA ENTRAR NA PAUTA TEM QUE DÁ NO CORO, TEM QUE TER DISPOSIÇÃO, PEGADA FORTE… Tô louca de Lucas! Trás mais lenha que eu estou em brasa… !!!SSSS

  8. Carminha!
    Depois daquele triste episódio de Aécio e o recente fight transmitido ao vivo e em cores (Barroso x GM), ela devia pedir para sair “de fininho”. O país carece de gente competente, capaz, eficiente, que saiba liderar e presidir, que inspire confiança e seja imparcial, que saiba o que são “prioridades”e, principalmente, que entenda alguma coisa sobre segurança jurídica. O País que o partido que a indicou está se desintegrando moral, economicamente e judicialmente.

  9. CÁRMEM LÚCIA. a chefA da QUADRILHA do Supremo Tribunal Federal tem alguns chás geriátricos agendados com as novas amigas e, fica impossibilitada de pautar julgamentos contra Renan Calheiros, Luiz Inácio Lula da Silva, Gleisi Hoffmann, Dilma Vana Roussef …

  10. O caso mais importante da Corte, que poderia evitar mais banho de sangue entre Polícia Federal e PGR, não vai adiante. Se o Supremo tivesse interesse, matava logo esse assunto e deixava mais delações serem feitas. A quem interessa essa demora no julgamento? Carmen decepcionado mais uma vez.