Cármen Lúcia corre para tirar Lula da cadeia

Cármen Lúcia decidiu apressar o julgamento do processo que pode impedir a prisão dos condenados em segundo grau e, com isso, tirar Lula da cadeia.

Diz O Globo:

“Pressionado pela condenação de Lula no TRF-4, o STF deve julgar novamente, em breve, se réus condenados em segunda instância podem já começar a cumprir a pena (…).

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, tinha a intenção de terminar sua gestão, em setembro, sem marcar o julgamento. Agora, o cenário mudou.

Assim como outros ministros do tribunal, a presidente acredita que é preciso passar o assunto a limpo, para não dar margem a dúvidas. O fator Lula influiu da seguinte forma: apesar de terem concordado com a decisão do TRF, ministros do STF passaram a ver com preocupação uma eventual prisão do ex-presidente sem que o tema estivesse pacificado na corte. O estrago seria grande se o STF revisse seu posicionamento, ou mesmo confirmasse o entendimento atual, somente depois que Lula fosse preso. O desgaste político seria não somente do ex-presidente, mas do Judiciário como um todo.”

Comentários

  • Afranio -

    200 milhões em ação pra frente Brasil do meu coração. Todos juntos vamos pra frente brasil, salve a eleição de repente é aquela corrente pra frente parece que todo brasil deu a mão, todos ligados na eleição tudo é um só coração; TODOS juntos vamos pra frente Brasil, Brasil salve o LULA 2018 na eleição!!!!

  • Fausta -

    Se assim for, justificado será tudo aquilo que pensamos do STF. Acho que o sonho de todo brasileiro consciente, é poder olhar com respeito para os ministros que compõem a Suprema Corte de Justiça de seu país. Pois é... infelizmente ainda temos muitas dúvidas quanto a isso, e só podemos esperar que um dia possamos mudar nossos conceitos. Mas não é como está, que isto pode acontecer!

  • Beatriz -

    Tia Carminha foi a "fada madrinha" de Aecinho e agora quer ser de Lulinha. Fico imaginando o que eles tem nas mãos para pedirem presentes tão caros assim pra dinda...

Ler 459 comentários