Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cármen Lúcia encaminha a Augusto Aras petição sobre uso indevido da TV Brasil por Bolsonaro

Deputados da oposição pediram investigação porque presidente usou estrutura estatal para retransmitir live com fake news sobre fraudes nas eleições
Cármen Lúcia encaminha a Augusto Aras petição sobre uso indevido da TV Brasil por Bolsonaro
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Cármen Lúcia, do STF, enviou à Procuradoria-Geral da República um pedido de investigação apresentado por deputados de oposição contra Jair Bolsonaro. Os parlamentares alegam que o presidente da República cometeu improbidade administrativa ao usar a TV Brasil para retransmitir a live realizada na última quinta-feira (29/7).

Nessa transmissão, Bolsonaro mentiu em série ao ‘apresentar provas’ sobre a possibilidade de fraudes no sistema eletrônico usado nas eleições do Brasil.

Para Cármen Lúcia, apesar de o STF não ser a instância correta para julgar “ação de improbidade contra autoridade pública, há de se considerar que o grave relato apresentado” pelos deputados, pois esses fatos “podem, em tese, configurar crime, mais especificamente, de natureza eleitoral, utilização ilegal de bens públicos, atentados contra a independência de poderes da República”.

Por causa disso, a ministra enviou a petição ao procurador-geral da República, Augusto Aras, para que ele examine o pedido e defina os próximos passos desse caso.

Leia a íntegra da decisão aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO