ACESSE

Cármen Lúcia repudia ataques em ato bolsonarista

Telegram

A ministra Cármen Lúcia também se manifestou neste domingo após apoiadores de Jair Bolsonaro agredirem jornalistas durante manifestação em apoio ao presidente.

“Lamento a informação de ter havido agressão a jornalistas em um dia tão significativo para imprensa como hoje. É inaceitável, inexplicável, que ainda tenhamos cidadãos que não entenderam que o papel do profissional de imprensa é o que garante a cada um de nós poder ser livre. Estamos, portanto, quando falamos da liberdade de expressão e de imprensa, no campo das liberdades, sem a qual não há respeito à dignidade”, disse em live promovida pelo Instituto de Direito Público.

“Quem gosta de ditadura gosta de silêncio. A democracia é plural, é barulhenta. Traz ruídos que a pluralidade enseja.”

Leia também: Crusoé e O Antagonista+: 3 meses por R$ 1,90/mês. Comece agora

Comentários

  • Jorge59 -

    e o lula e o adelio não vaia nada

  • Daniel -

    Aonde a senhora estava quando uma cidadã foi agredida e presa numa praça pública em Araraquara???

  • Eduardo -

    Ministra Carmen Lúcia, lembre-se que o nazismo comecou assim. Com fanaticos para militares, que, com a violências e ameacas calou adversários e virou a flor do lodo. Aproveitando a Democracia.

Ler 116 comentários