Cármen manda Mendonça entregar cópias do dossiê sobre antifascistas a cada ministro do STF

Cármen manda Mendonça entregar cópias do dossiê sobre antifascistas a cada ministro do STF
Foto: STF

A ministra Cármen Lúcia mandou o ministro da Justiça, André Mendonça, entregar o dossiê sobre os antifascistas a cada um dos ministros do STF, em petições separadas, que serão mantidas em sigilo. Ele tem até o fim do dia para obedecer.

O Supremo julga amanhã uma ação da Rede contra o dossiê, que foi elaborado pela Secretaria de Operações Integradas do MJ (Seopi). O partido alega que a produção e distribuição de documentos do tipo pelo governo é inconstitucional.

Cármen decidiu apressar Mendonça depois que ele enviou outra petição dizendo que só poderia entregar cópia do dossiê ao Supremo se tivesse garantia do sigilo.

Semana passada, o ministro da Justiça disse que “seria catastrófico” permitir que o STF tivesse acesso ao dossiê – cuja existência ele negou, embora tenha admitido o monitoramento de opositores, chamando-os de “ameaças à segurança pública”.

Às 17h de hoje, a Comissão de Inteligência do Congresso vai se reunir para debater o dossiê.

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. Justiça Federal suspende distribuição da vacina de Oxford em Manaus

  3. ENTREVISTA: Wilson Lima diz que Pazuello ajuda a 'agilizar demandas', mas que 'ainda falta oxigênio'

  4. Governo já pagou 1 bilhão por IFA de vacinas da AstraZeneca

  5. Auditores fiscais cobram reforma tributária

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 54 comentários
TOPO