Cármen pode evitar novo golpe

Se algum ministro pedir vista dos autos, deverá retorná-lo para julgamento até a segunda sessão ordinária subsequente – como determina o artigo 134 do regimento interno do Supremo.

Significa que o processo terá de ser devolvido ao plenário em até duas semanas, pois as sessões plenárias são às quartas-feiras.

Como as ADCs não estão pautadas, não haveria espaço para outra tentativa de golpe –ou seja, votar essas ações enquanto não se termina de votar o HC.

Cármen Lúcia só precisa exigir o cumprimento do regimento interno.

Comentários

  • Fá-lo-ia -

    Advogados amigos afirmam que não cabe pedido de vistas em apreciação de pedido de HC. Vocês deveriam confirmar isso.

  • General -

    Tô ligado !!!!!!

  • LuzNaSuru*a -

    Ótimo! Os brasileiros precisam dessa informação!

Ler 34 comentários