Carne Fraca: R$ 80 mil por uma autorização para exportar

Em entrevista à Veja, Junior Durski, o primeiro empresário envolvido na Carne Fraca pela Polícia Federal, contou que um burocrata do Ministério da Agricultura pretendia cobrar R$ 80 mil de propina para liberar uma autorização para a empresa exportar carne para os EUA, onde mantém restaurantes.

Faça o primeiro comentário