ACESSE

Carta branca para novo ministro do MEC mexer na equipe

Telegram

O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, comentou a mudança no MEC.

“É uma questão gerencial, o presidente já comentou. Ele entendeu que nós poderíamos melhorar a gestão do Ministério da Educação, que é muito importante para conseguir os objetivos do governo.”

Rêgo Barros elogiou o novo ministro, destacando a “gestão na área financeira”, e acrescentou que “o nosso presidente autoriza e aliás estimula que os ministros escalem suas equipes”.

Abraham Weintraub recebeu carta branca para mudar o segundo escalão do ministério.

Este professor recomenda: "Fechem o MEC." Leia mais

Comentários

  • Petronilo -

    Essa centralização da Educação em Brasília causa essas aberrações. Brasília não é produtora de inteligência.

  • Antonio -

    Se o objetivo foi colocar uma pessoa ligada aos Grupos Globo e Folha, sinto dizer que não vai dar certo. E tenho certeza que tem gente no Exército que vai brecar qualquer tipo de sacanagem com o pov

  • Sarcástico -

    Etá que vai ter um bocado de esquerdista perdendo a mamata do emprego, quero ver se virar na iniciativa privada.

Ler 25 comentários