ACESSE

Casa de relator do projeto anticrime foi vigiada por membros de facção ligada ao PCC

Telegram

A Polícia do Espírito Santo identificou os dois homens armados que vigiavam a casa do senador Marcos do Val, na semana passada, como membros da facção Primeiro Comando de Vitória, relata a Bela Megale em sua coluna.

Segundo os investigadores, a facção é ligada ao PCC. Os rapazes, flagrados por câmeras de segurança rondando a casa do senador em Vitória, têm 25 e 15 anos.

Marcos do Val é o relator do projeto anticrime de Sergio Moro no Senado e defende que organizações violentas sejam identificadas e nomeadas em lei. Dessa forma, presos que tiverem vínculos com as facções criminosas serão impedidos de progredir de regime penal.

Como transformar criminosos em vítimas e agentes da lei em criminosos Leia mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 25 comentários