ACESSE

Caso Adélio: defesa de Bolsonaro pede que PF aguarde perícia

Telegram

A defesa de Jair Bolsonaro pediu que a investigação sobre possíveis mandantes do atentado sofrido por ele em 2018 não seja concluída até que o STF decida se libera o acesso aos celulares dos advogados de Adélio Bispo.

O relatório sobre o caso já está pronto, como revelou Crusoé na edição desta semana, e será entregue pelo delegado da PF Rodrigo de Morais na próxima semana.

Mas ele não será apresentado como relatório final justamente porque ainda falta a análise do celular do advogado que se apresentou para defender o esfaqueador.

Leia AQUI a reportagem de Fabio Serapião na Crusoé.

Leia também: Combo O Antagonista+ Crusoé: 3 meses por R$ 1,90/mês (depois 62% desc.)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 28 comentários