Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Caso exista alguma ideia nesse sentido"

Enquanto Rogério Marinho continua a jurar no Twitter que não existe projeto de reinstituir o imposto sindical, como publicamos (que, segundo também apuramos, está sendo chamado de “taxa de liberdade sindical obrigatória”  no Grupo de Altos Estudos do Trabalho), Bruno Bianco Leal, secretário adjunto de Previdência e Trabalho, usou a mesma rede social para dizer o seguinte:

“Já era nossa posição e há determinação do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Paulo Guedes de que não será acolhida qualquer sugestão de volta da obrigatoriedade do imposto sindical ou da contribuição, caso exista alguma ideia neste sentido.”

“Caso exista alguma ideia neste sentido”.  Ao que parece, a notícia publicada por este site pôs água na fervura em que iam cozinhar os trabalhadores.

Marinho que se explique para Paulo Guedes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO