ACESSE

Cassinos piauienses

Telegram

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), é um dos defensores da legalização dos jogos de azar no Brasil.

Ele é, pelo menos por enquanto (entenda aqui), aliado do senador piauiense Ciro Nogueira, presidente do PP, autor de um dos projetos sobre o tema em tramitação no Congresso — no ano passado, Nogueira tratou do assunto com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Dias defende a regulamentação “do que já existe”, especialmente jogos eletrônicos.

“Que seja tributado, pois hoje é livre de tributação. Clandestinamente no Brasil ou legalmente em outros países, estima-se que os brasileiros movimentem cerca de 70 bilhões de reais por ano com esses jogos. Tributando a 30%, poderíamos gerar até 21 bilhões de reais por ano”, disse o governador a O Antagonista.

Entenda por que esse assuntou voltou à tona:

Diretor de cassinos entrega ‘agenda real’ de Flávio Bolsonaro em Las Vegas

O esquemão PT-PMDB nos fundos de pensão. Saiba mais

Comentários

  • Marcelo -

    Tributar em 30% é manter na ilegalidade boa parte da atividade. Muitas empresas não entrarão aqui (acontece algo similar em Portugal).

  • PAULO -

    Esse é o sonho dos políticos do nordeste, e de boa parte do Brasil, criar mecanismos para lavagem de dinheiro.

  • EDUARDO -

    Ele deveria se solidarizar com um projeto em andamento com jogos só no nordeste como quer um senador cretino. Poderia pedir a independência do Brasil e fundar o Porcristão.

Ler 25 comentários