CCJ deve pautar fim do foro privilegiado

Depois que Rodrigo Maia mandou criar uma comissão especial para analisar o projeto de lei contra o suposto abuso de autoridade, que estava parado havia seis meses na Câmara, O Antagonista questionou o que aconteceu com a PEC do fim do foro privilegiado.

O Estadão responde: o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), “deve” pautá-la “nas próximas semanas”.

“O relator Efraim Filho (DEM-PB) liberou o parecer há um mês. A proposta já foi aprovada no Senado e se passar pela CCJ, também será formada uma comissão especial por se tratar de mudança constitucional.

A PEC que restringe o foro especial valerá para crimes comuns cometidos por deputados, senadores, ministros de Estado, governadores, prefeitos, ministros de tribunais superiores, desembargadores, embaixadores, comandantes das Forças Armadas, integrantes de tribunais regionais federais, juízes federais, membros do Ministério Público, procurador-geral da República e membros dos conselhos de Justiça e do Ministério Público.

O foro permanecerá para presidente e vice-presidente da República, chefe do Judiciário e os presidentes da Câmara e do Senado.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 24 comentários
  1. Que tal mostrar boa-fé e pautar o Fim do Foro antes do Abuso de Autoridade?…

    Deve crer que pode submeter o País a vontade de corruptos temporáriamente no poder… Está virando pra si a indignação dos cidadãos de bem.

  2. .
    À depender da passividade dos cidadãos, e de um ou outro contexto político / econômico, será oportunidade para o Congresso encaixar alguma emenda que “livre as caras” de fhc, lula, dilma e temer.
    .

  3. Vamos “chutar” o que vai acontecer neste loop:
    – Os congressistas porcos farão de conta que estão levando o assunto a sério por semanas a fio;
    – Quando o assunto for eclipsado por algum escandalo maior, trocarão o conteudo do relatório mantendo seus privilégios;
    – Aprovarão estes novos e disfarçados privilégios na calada da noite;
    – Vida seguirá no mesmo lixo republicano de antes;
    -O brasileiro não se dará conta de nada, os que se derem não farão nada à respeito;
    – O brasileiro comerá mais uma colher de fezes amarga como faz a 500 anos e achará bom;

  4. Que tal fazer uma ação aqui e continua até conseguir atraves dos varios(via internet para o STF, nas contas de email dos depu. e senad. etc etc ) meios afim de colocar o desejo nacional de acabar com o Foro privilegiado. Mas porque , …” foro permanecerá para presidente e vice-presidente da República, chefe do Judiciário e os presidentes da Câmara e do Senado..” Mas isto é uma republica ou uma Monarquia. Todos são iguais perante a lei, não sei porque uns são mais iguais que outros… Por isto estamos ha anos assim. Chega. BAsta. Será que vão votar nos mesmos….Tamanha vergonha….

    1. Estou querendo uma planilha com os salários e benefícios dos juízes e ministérios públicos. Será que nenhuma emissor , jornal , revista ., tv , tem interesse ou já possuem e não querem divulgar??????

  5. Duvide-o-dó que isso seja aprovado e entre mesmo em vigor. Não interessa, nem aos meliantes do Legislativo, nem aos urubus togados dos tribunais “superiores”. Todos querem ter todos na mão, para conseguir as famosas vantagens.

  6. SÓ PARA CRIMES COMUNS BRAZUCAS !!!!!
    CRIME DE CORRUPÇÃO É CRIME COMUM??? Não vão faltar “gilmares”, lewandowiskys”, “toffolis”, “carminhas”, fux”, “celsinhos”, marco aurélios” e etc … PARA DIZER QUE NÃO!!!
    PORTANTO TUDO PERMANECE COMO ESTÀ !!!

    1. Crime de corrupção deve ser um crime comum, pois é cometido por um grande número de brasileiros e brasileiras.

  7. Esperamos de que isso não se postergue por mais uma década. A retirada desse atributo maléfico para proteger patifes e ladrões da política nacional devia ter o monitoramento do povo como um termômetro. Afinal, em qual tapete sujo escondem esse direito que cabe à sociedade brasileira.? Afinal, o governo não emana do povo e para o povo?

    1. Amigo, não queira comparar o grau de cultura do Clinton ao do Lula, né? Pra tirar as dúvidas, as palestras fantasmas do caipira bernardense são mais caras do que as do Bill. Talvez, não seria por isso que o Judiciário evita até de se empobrecer ao mandá-lo às favas? Portanto, vamos rir…, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…