CCJ do Senado retoma proibição de indicações políticas

A manobra de deputados derrotados nas urnas não deu certo — por enquanto, pelo menos.

A CCJ do Senado acaba de aprovar relatório de Antonio Anastasia que retoma a proibição de indicações políticas em estatais e agências reguladoras — algo que havia sido derrubado pela Câmara por meio de projeto que alterava a chamada Lei das Estatais.

O texto agora vai para a Comissão de Fiscalização, antes de ser apreciado no plenário.

Caso a proposta fosse mantida como veio da Câmara, parentes de ministros, dirigentes partidários ou legisladores poderiam participar do controle de estatais e agências reguladoras, assim como outras pessoas que tenham atuado na estrutura decisória de partido político ou em campanha eleitoral nos 36 meses anteriores à nomeação.

Renan Calheiros, PT e Aécio do mesmo lado? Leia mais AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. JOSÉ disse:

    Nessas hora, parece que tem que matar o mal pela raiz, e a raiz são esses políticos irresponsáveis.

Ler comentários
  1. josé disse:

    Bandidos!!!...Ladrões sem vergonha!!!Precisam tomar uma surra de vara de marmelo em praça pública do povo brasileiro,que trabalha e paga seus salários,para que nos assaltem descaradamente.

  2. Marcelo disse:

    Comissão de Fiscalização e plenário: depois dessa, tomem simancol !

  3. Rachel disse:

    Anastasia sempre ao lado do país , legislando em prol da probidade administrativa.

  4. Gandhi disse:

    Se O PSL fez isto tb eh lixo!! Acho que o discurso do Bolsonaro não esta alinhado com o Partido dele.

  5. Fernando disse:

    E a indicação de temer para anvisa .Acho q foi por água abaixo

  6. Amilcar disse:

    Ou se limpa esse país maravilhoso, ou jamais vamos andar para frente para sermos de primeiro mundo,não só economicamente, mas também civilizatoriamente. (TEXTO Não CENSURADO)

  7. Apolinário disse:

    O Antagonista criando, mais uma vez, uma narrativa fantasiosa para esconder a verdade de você, Leitor. O maior interessado na livre nomeação destes cargos é o governo Bolsonaro.

    1. Esquerdopatia provoca deficiência cognitiva. Tenho dito.

    2. Não entendi. PSL não tem ainda nenhum Senador que tomou posse - como poderia ter votado a favor? Aprovado no Senado (atual) e barrado na CCJ da Câmara.

  8. JULIO disse:

    Quantos e quem eram os parlamentares do PSL antes das eleições de 2018?

  9. Margareth disse:

    Ufa! Obrigado Antagonistas por estarem atentos. Por hoje valeu. Cada dia com seu mal (Mateus 6:34)

    1. Nesse quase acontecido da pra ver quem sào os senadores só ruins e quem são os MALÉFICOS VILÕES de verdade.

  10. Tiago disse:

    PSL não tinah senador.. então como ele pode votar na comissão do SENADO?

  11. Ronaldo disse:

    Tem que impedir o retorno desses vermes latrocidas no poder!

  12. GILMAR disse:

    No brasil, tá difícil, só ver nego querendo dar golpes..

  13. Didi disse:

    Essas agência reguladoras não regulam nada, só os próprios interesses, chega de alimentar esse vermes