“Ceciliano não deixou Elisângela se explicar sobre a fortuna”

Telegram

Foi o que informou, ainda em 19 de dezembro, a coluna Informe O Dia, do jornal O Dia, do Rio de Janeiro.

Até hoje, dia em que o deputado estadual do PT André Ceciliano é o favorito na eleição para a presidência da Alerj – cargo que já vinha ocupando interinamente desde a prisão de Jorge Picciani em 2018 –, segue mantido o silêncio de sua assessora Elisângela Barbiere, que, segundo o Coaf, movimentou R$ 26,5 milhões de modo atípico (sem falar nos R$ 16,1 milhões de seu marido, ex-assessor do petista, e dos mais de 2 milhões do pai dela).

De acordo com a coluna, Ceciliano informou que sua assessora só falaria ao Ministério Público.

Conheça Por Dentro O Estrago Que A Esquerda Fez na Venezuela. SAIBA MAIS AQUI

A matéria registrou também:

“Elisângela Barbiere conhece André Ceciliano há anos. O deputado foi prefeito de Paracambi, município da Baixada Fluminense onde a assessora mora com a família.

Elisângela e o marido, Carlos Alberto Dolavale, sempre apoiaram as campanhas do parlamentar. Dolavale, aliás, aparece entre os assessores do gabinete que fizeram transações atípicas, afirma o Coaf.”

A casa de Elisângela Barbiere, assessora do petista André Ceciliano

Vídeo: O “amigo” de Ceciliano

Comentários

  • REVOLTADO -

    Mas o MP/RJ não vê nada de atípico! Nem vazou para a Globo, emissora oficial dos vazamentos, nenhuma informação considerada relevante! Aos amigos, tudo! Aos ba ba cas, a morte!

  • Juciara -

    Eu como carioca agradeço o “compromisso com a verdade “ de alguns setores da imprensa.

  • Juciara -

    Olha o dano que causaram em só se concentrar no FB. Erro crasso. Desserviço. Tudo em nome da “ prioridade “ jornalística. Parabéns!

Ler 12 comentários