Celso de Mello culpa Cármen Lúcia

Celso de Mello, o decano do STF que teve a iniciativa da reunião para discutir prisão em segunda instância, disse que cabia a Cármen Lúcia fazer o convite para o encontro.

“Até agora, ela não fez isso, como foi combinado”, disse ele a jornalistas.

O ministro acrescentou ainda que, na reunião, a intenção era discutir se é possível barrar processos por vontade da presidência do Supremo. E afirmou que a necessidade de aguardar o final dos processos antes da prisão é algo que deve ser respeitado.

 

 

Comentários

  • Carlos -

    O processo acaba na 2a instância. O resto são recursos que podem ser feitos com o condenado preso. Qualquer juizeco ou estágiario de direito sabe disso.

  • -

    Que país que vamos construir com STF desses?

  • Hell -

    Em Suma, ele continua um Véinho GAGÁ que vive no passado e se for por sua leitura DANE-SE a LAVA JATO e VIVA a IMPUNIDADE para os RICOS que podem entulhar o Judiciário com Recursos sem fim ( Embargos Infringentes, Auriculares e a PQP), por essas e outras que Defendo o FIM DE CARGOS VITALÍCIOS nas cortes superiores ( STF, TSE, STJ e etc..) deveriam ter mandato FIXO igual á PGR e os Indicados só podem ser CONCURSADOS e indicados pelos seus pares e que tenham Relevância Jurídica anterior ou seja, livros publicados e teses defendidas em alguma área do direito.

Ler 197 comentários