Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Celso de Mello decreta sigilo antecipado sobre depoimento de Paulo Marinho

O ministro Celso de Mello decidiu que o depoimento de Paulo Marinho, amanhã, no inquérito sobre a interferência de Jair Bolsonaro na PF, será mantido em sigilo no Supremo.

O mesmo ocorrerá com o depoimento do coronel Miguel Ângelo Braga Grillo, o chefe de gabinete de Flávio Bolsonaro que, segundo o empresário, teria sido avisado com antecedência que Fabrício Queiroz seria alvo da Operação Furna da Onça, em 2018.

Celso de Mello liberou o acesso apenas ao Ministério Público.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO