Celso de Mello e o 'caso pessoal' de Lula

Questionado sobre Lula –o condenado desesperado pela reversão do que o STF já decidiu sobre prisão em segunda instância–, Celso de Mello diz que “prefere não entrar em casos pessoais”.

Para o decano, a opinião pública não deveria influenciar a pauta. O cerne da questão –diz o ministro, segundo o relato do BuzzFeed– é o STF definir se as prisões em segunda instância são ou não constitucionais.

Como Cármen Lúcia repetiu várias vezes, o Supremo já definiu que são.

Comentários

  • Aldo -

    Sarney já determinou e celso de melo obedecerá!. É simples assim. Vai dar um jeito de melar o que o "Supremo" já decidiu porque é essa a índole dele. Vejam os embargos infringentes que se tornaram lei por força de seu voto para livrar os políticos do mensalão. É bom que todos se lembrem disso. Aqueles votos de horas e horas, como os discursos de fidel castro, têm um propósito muito claro, além de massagear o ego dele.

  • M. -

    Que gente podre! Argh..

  • Hell -

    o Véinho e VELHACO tá GAGÁ mesmo, ei seu "decano' voce estava em Brasília quando em 2016 decidiram por MAIORIA que SIM é CONSTITUCIONAL a prisão de MARGINAIS BI- CONDENADOS por UNANIMIDADE por 4 Juízes PROBOS.

Ler 114 comentários