ACESSE

Celso de Mello e o 'caso pessoal' de Lula

Telegram

Questionado sobre Lula –o condenado desesperado pela reversão do que o STF já decidiu sobre prisão em segunda instância–, Celso de Mello diz que “prefere não entrar em casos pessoais”.

Para o decano, a opinião pública não deveria influenciar a pauta. O cerne da questão –diz o ministro, segundo o relato do BuzzFeed– é o STF definir se as prisões em segunda instância são ou não constitucionais.

Como Cármen Lúcia repetiu várias vezes, o Supremo já definiu que são.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 114 comentários