Celso de Mello envia à PGR pedidos de depoimento e apreensão do celular de Bolsonaro

Telegram

Celso de Mello enviou para a análise da PGR três notícias-crimes contra Jair Bolsonaro apresentadas por PV, PDT e PSB.

Entre as medidas solicitadas pelos partidos, estão o depoimento do presidente, além de busca e apreensão dos celulares dele e de Carlos Bolsonaro, para que seja realizada uma perícia.

“A indisponibilidade da pretensão investigatória do Estado impede, pois, que os órgãos públicos competentes ignorem aquilo que se aponta na ‘notitia criminis’, motivo pelo qual se torna imprescindível a apuração dos fatos delatados, quaisquer que possam ser as pessoas alegadamente envolvidas, ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado”, escreveu o decano do STF no despacho.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Ainda segundo Celso de Mello, cabe à PGR a análise do pedido e eventual apuração dos fatos. Augusto Aras não tem prazo para decidir sobre o assunto.

O decano do STF é o relator do inquérito que apura se Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal ainda sob a gestão de Sergio Moro no Ministério da Justiça.

Comentários

  • Gilda -

    Passou da hora das FFAA se posicionarem pra manter a lei e a ordem, temos um presidente eleito democraticamente pra governar

  • Fabio -

    Será que se pedisse ao STF para investigar a mesada de 100 mil de Toffoli, os 20 milhões de Gilmar Mendes, a distribuição de senhas no STF para soltar corruptos denúnciada pelo ministro Barroso,

  • Fabio -

    Ta na hora de o presidente da República acabar com a p@lh@d@ judicial, e logo.

Ler 349 comentários