ACESSE

Celso de Mello vai decidir se caso de Flávio voltará à primeira instância

Telegram

Celso de Mello foi sorteado no STF para analisar um pedido da Rede para que a investigação sobre a rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj volte para a primeira instância.

Na ação, o partido pedia que a decisão ficasse com o ministro Edson Fachin, relator de uma ação que discute se deputados estaduais do Rio têm as mesmas imunidades de parlamentares federais.

A Secretaria Judiciária do STF entendeu que os assuntos não têm relação e distribuiu a ação da Rede de forma aleatória, por sorteio eletrônico.

A designação de Celso de Mello é má notícia para o senador. O ministro sempre defendeu a restrição do foro privilegiado, com envio de investigações para a primeira instância ao término de mandatos.

Há ainda outra ação enviada ao STF pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, com o mesmo pedido para retorno do inquérito ao juiz Flávio Itabaiana. Essa ação, no entanto, ainda não tem relator definido.

Leia mais: O caso Flávio Bolsonaro-Queiroz: até onde a investigação pode chegar? Clique para saber mais

Comentários

  • Ruy -

    Pq O Antagonista insiste nesta foto do ministro em pose aristotélica ? Até prece que ele pensa ...

  • Paulo -

    Kkk sefu...

  • Vinicius -

    Acaba com esse rachadinha, Decano.

Ler 113 comentários