ACESSE

Centrais sindicais divididas sobre greve geral

Telegram

Unidas no Dia do Trabalho, as centrais sindicais estão desunidas em relação a uma greve geral pré-convocada para o próximo dia 14.

Ricardo Patha, presidente da UGT — segunda maior central, ligada ao PSD de Gilberto Kassab –, disse hoje, segundo registro da Folha de S. Paulo:

“Sou contra a greve geral, sou a favor do diálogo, por isso fui falar com o Bolsonaro. Acho que greve é um instrumento constitucional, mas só deve ser utilizada quando o diálogo for exaurido.”

Comentários

  • ISAIAS -

    Se for colocar pneu queimando na rua, será que vai ter a moleza da era PT/PMDB?

  • Evandro -

    A turma do quem dá mais unida, só não quanto ao dia de folga..

  • Benedito -

    Deixar os caras fazer greve. Aí tem um monte de demissões. Eu e uma turma aqui tamos desempregados a um tempo. Talvez sobre umas vagas para nós. Kkkkkkkkk

Ler 54 comentários