Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Centrão tenta convencer Bolsonaro a colocar Ciro Nogueira na Casa Civil

Não é de hoje que o grupo fisiológico do político tenta assumir formalmente o controle da articulação política do governo com o Congresso
Centrão tenta convencer Bolsonaro a colocar Ciro Nogueira na Casa Civil
Foto: Divulgação

O Antagonista apurou que Jair Bolsonaro deve trocar mesmo, de novo, o comando da Casa Civil. O presidente teria sido convencido pelo Centrão de que o general Luiz Eduardo Ramos “não está entregando” nem “dando conta” da missão.

O nome mais cotado para substituir Ramos seria realmente o do senador piauiense Ciro Nogueira (foto), presidente nacional do PP e chamado, nos bastidores de Brasília, de “filho 05” de Bolsonaro e “sócio-majoritário” do governo.

Em se confirmando, o PP — mesmo partido do presidente da Câmara, Arthur Lira — fincaria os pés no Palácio do Planalto.

Ciro, um ex-lulista e ex-dilmista que chamava Bolsonaro de “fascista”, se aproximou do presidente em meio à pandemia e, em troca de apoio político do partido no Congresso, conseguiu cargos importantes, como o comando do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), hoje nas mãos do ex-chefe de gabinete de Ciro.

Jurando fidelidade até a corrida presidencial do ano que vem, o senador piauiense e agora cotado para ser ministro tenta atrair para o partido parte da Esplanada de Bolsonaro, como Tereza Cristina (da Agricultura, hoje no DEM), Fábio Faria (das Comunicações, hoje no PSD), Rogério Marinho (do Desenvolvimento Regional, hoje sem partido), além do ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles (ex-Novo). Ciro também não desistiu de filiar o próprio presidente da República, que continua à procura de uma legenda para concorrer à reeleição em 2022.

Mais notícias
TOPO