Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cesar Maia é condenado por improbidade administrativa no Rio

Em 2008, o então prefeito assinou, sem licitação, convênio de R$ 1,2 milhão com orquestra; sentença o condena à perda do cargo de vereador e dos direitos políticos, mas cabe recurso
Cesar Maia é condenado por improbidade administrativa no Rio
Renan Olaz/CMRJ

O ex-prefeito do Rio Cesar Maia, hoje vereador, foi condenado nesta segunda-feira, 21, em uma ação de improbidade administrativa movida pelo MP-RJ contra um convênio assinado pela gestão dele em 2008 para a realização de concertos na Cidade da Música.

Na ação, o MP apontou irregularidades na contratação da Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira, feita sem licitação pela prefeitura do Rio no valor de 1,2 milhão de reais.

O pai de Rodrigo Maia foi condenado à perda do cargo público e dos direitos políticos por oito anos, a ter de pagar multa e a ressarcir o prejuízo causado aos cofres da prefeitura. A condenação é em primeira instância; cabe recurso.

LEIA AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO