ACESSE

CGU alega que mudança em Lei de Acesso visa reduzir burocracia

Telegram

A CGU divulgou nota dizendo que as mudanças nas regras de aplicação da Lei de Acesso à Informação visam a diminuir a burocracia no Executivo.

O órgão negou que as alterações possam trazer efeitos nocivos para a transparência sobre documentos e dados públicos.

O decreto assinado por Hamilton Mourão hoje amplia o número de servidores que podem classificar como ultrassecretas e secretas informações do governo federal, impondo sigilo de até 25 anos.

Antes, essa prerrogativa era restrita a autoridades de escalões mais altos, que agora podem delegá-la.

A CGU argumentou que a lei já prevê a possibilidade de terceirizar a competência nesses casos, mas essa delegação não consta do primeiro decreto que a regulamentou, editado em 2012.

“Os investidores não devem se preocupar muito com o futuro da democracia no Brasil.” MAIS AQUI

Comentários

  • Massaaki -

    Muito esquisito, vai contra o princípio da transparência. Não é bom sinal.

  • Bruno -

    Só pessoas ligadas diretamente aos Ministros recebem cargo DAS 101.6, imagino.

  • Velho -

    Avante, Capitão Bolsonaro!

Ler 44 comentários