Chambinho, laranja de Marco Maia

Sabem aquele apartamento em Miami que parecia pertencer ao ex-vereador petista Alexadre Romano, o Chambinho? Não é dele. É de Marco Maia, ex-presidente da Câmara.

A Veja noticia que “em depoimento prestado aos investigadores no curso das negociações para fechar um acordo de delação premiada, o ex-vereador disse que o apartamento está registrado em nome de uma empresa aberta por ele na Flórida, mas que Marco Maia é o verdadeiro dono do imóvel, comprado por 671 000 dólares (2,5 milhões de reais no câmbio da semana passada). Se se confirmar a revelação feita aos policiais, além de coletor e distribuidor de propinas, Chambinho – que tem em seu nome um segundo apartamento no mesmo condomínio – se prestava ao papel de ‘laranja’ de luxo.”

Peça central no esquema montado no Ministério do Planejamento que desviou 50 milhões de reais, pagador de despesas pessoais de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo; repassador de pixulecos a João Vaccari Neto; laranja de Marco Maia — Alexandre Romano é um homem público na acepção petista mais tradicional.