A chance da Lava Toga

A reportagem de capa da Crusoé é sobre a Lava Toga, que pode ser desencadeada pelos depoimentos de Orlando Diniz, da Fecomércio.

Escritórios ligados a pelo menos dois ministros do STJ receberam mais de 13 milhões de reais da entidade, no período em que ela protagonizou uma guerra de liminares no tribunal.

Há mais operações obscuras e pendentes de investigação no rol de desembolsos.

A banca que agora defende Lula, de Roberto Teixeira e Cristiano Zanin, amealhou nada menos que 38 milhões de reais para um contrato destinado a obter uma “solução política” nos tribunais – e incluiu até a intermediação de um doleiro.

Os assinantes da Crusoé podem ler a reportagem completa clicando aqui.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 38 comentários
  1. O problema é quem investiga esses tribunais superiores… eles mesmos? Pra mim, deveria ser tribunais do exército, se fosse constitucional. É a única instituição verdadeiramente de estado.

  2. Contrata por dois anos a JUstiça americana. Terceiriza um contrato para condenação desses canalhas e ressarcimento de dinheiro e prejuízos. Depois de dois anos vai estar tudo perfeitamente limpinh

  3. Barata derruba Gilmar Mendes em meia Hora de depoimento se quiser. Eu só aceitaria a delaçao se ele enttregar o Gilmar Mendes Simples. Podem ate perdoar a pena se tirar essa cancer do STF

  4. Existe uma manobra óbvia para desacreditar o judiciário e destruir o arcabouço legal, isso inclui manter Lula preso a qualquer custo, até fora de limites legais. Cuidadoparaotironãosair pela cula

  5. Alguém tem duvida. Temos que iniciar um movimento para mudarmos a forma como esses Ministros são indicados e também estabelecermos mandatos. Chega. Muito picaretagem vindo da mais alta corte.