ACESSE

Chanceler chora e diz que 'é preciso ter sangue nas veias'

Telegram

Ernesto Araújo chorou durante discurso em cerimônia de formatura de novos diplomatas na manhã de hoje.

O ministro se queixou das críticas que vem recebendo.

“Diplomacia não significa ficar em cima do muro. Não é ver os grandes embates e aderir ao vencedor. Diplomacia precisa ter sangue nas veias.”

Ele também comentou que o embate na Venezuela é “entre a democracia e a repressão”.

“Não há de ser nada. É muito triste ver gente no Brasil torcendo pela tirania apenas para ver este governo se dar mal. Nossa política externa não recua diante do primeiro obstáculo, nem da primeira crítica.”

Diplomacia também requer sangue no cérebro.

Comentários

  • Marcia -

    Vamos convir que ser alvo de críticas diárias de todos os lados, oposição, situação e mídia, é duro demais. Eu, no lugar, seria muito pior que o Bolsonaro que já vimos dando pontapé.

  • DireitaMan -

    Diplomacia também requer o sujeito não ser capacho de comunistas ou de coronéis nordestinos ladrões.

  • josé -

    Chorar não!! Nunca botei fé num sujeito que chora. A luta não é pequena, é guerra, é batalha por batalha. Não seja covarde e não se entregue. Que seja a ultima vez que vejo vc chorar ministro.

Ler 135 comentários