Chávez, Lula e Emílio Odebrecht

Lula elegeu Hugo Chávez com dinheiro da Odebrecht.

Agora que o regime chavista está ruindo (e que Lula está praticamente na cadeia), vale a pena relembrar um episódio:

“Em 6 de junho de 2011, Hugo Chávez visitou Dilma Rousseff, em Brasília, e disse que, de fato, ocorreram atrasos nos pagamentos da Odebrecht, mas que os trabalhos nunca pararam.

O BRIO descobriu que, quatro dias antes, ocorrera uma reunião no Palácio de Miraflores, entre Chávez, Lula e Emílio Odebrecht. José Dirceu também estava presente. Na ‘reunião de política’, segundo a imprensa oficial, o assunto foi, na verdade, como resolver o problema da empreiteira. Combinou-se que o nó seria resolvido por meio da assinatura de um contrato entre a Braskem, subsidiária petroquímica da Odebrecht, e a companhia petrolífera venezuelana. Ambas criaram um fundo para financiar o metrô, que permanece parado”.