Chefe da Secom tratou de compra de rádio bolsonarista

O chefe da Secom, Fábio Wajngarten, trocou mensagens com militantes bolsonaristas sobre a compra de uma rádio chapa-branca.

Diz O Globo:

“Mensagens apreendidas pela Polícia Federal no telefone celular de Otávio Fakhoury apontam que empresários bolsonaristas se articularam para comprar uma estação de rádio que apoiaria pautas de interesse do governo.

Fakhoury falou sobre o assunto em troca de mensagens com Fábio Wajgarten, responsável pela comunicação social do governo Bolsonaro.

Na conversa obtida pela PF, Fakhoury fala sobre a necessidade de comprar uma rádio e diz já ter um grupo para ‘financiar a aquisição’, citando como um dos empresários participantes da iniciativa o chef e dono da rede de restaurantes Madero, Luiz Renato Durski Júnior.”

Otávio Fakhoury é um dos protagonistas da reportagem de Felipe Moura Brasil sobre os blogueiros de crachá, publicada na Crusoé.

Luiz Renato Durski Júnior é o autor da frase: “O Brasil não pode parar por 5 ou 7 mil mortes”.

Fábio Wajngarten é o bolsonarista que controla a verba publicitária do governo.

Leia mais: Exclusivo: o objetivo secreto do 'inquérito do fim do mundo' do STF
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 45 comentários
TOPO