Chefe é chefe

Emilio Odebrecht relatou à Lava Jato que se reuniu com Lula em 2009 e pediu para que ele encaminhasse a Guido Mantega medidas em favor da Braskem.

Em seguida, Guido Mantega se encontrou com Alexandrino Alencar e passou-lhe o papelzinho com o pedido de 50 milhões de reais em propinas para a campanha de Dilma Rousseff.

O Antagonista disse inicialmente que Lula havia mandado Emilio Odebrecht negociar com Guido Mantega.

Mas foi o contrário.

Chefe é chefe.

Faça o primeiro comentário