Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Chefes da EBC e Secom na mira do TSE

Inquérito aberto pelo Tribunal Superior Eleitoral investiga o uso da EBC para fins políticos
Chefes da EBC e Secom na mira do TSE
Foto: Agência Brasil/ Alan Santos

Servidores da EBC foram ouvidos na semana passada no inquérito administrativo aberto pelo TSE para investigar as ameaças de Jair Bolsonaro às eleições de 2022.

De acordo com a Folha, eles citaram o diretor do órgão, Glen Lopes Valente, e o chefe da Secom, André de Sousa Costa, como possíveis responsáveis por autorizar o que a corte apura ser uso da emissora estatal para propaganda eleitoral.

O tribunal também analisa um dossiê produzido por servidores da EBC que teria informações sobre o uso do canal público para fazer propaganda antecipada das eleições e promoção de integrantes do governo Bolsonaro.

Em 29 de julho, a TV Brasil chegou a transmitir a live em que o presidente mentiu em série ao ‘apresentar provas’ sobre a possibilidade de fraudes no sistema eletrônico.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO