A chicana da defesa de Lula

A defesa de Lula vai apresentar ao TSE uma “questão de ordem” para que o registro de candidatura não seja julgado hoje, informa o repórter Daniel Adjuto, do SBT.

Os advogados do presidiário vão alegar que não houve o mesmo tratamento aos demais candidatos, que tiveram prazo para alegações finais.

A defesa do petista afirma estar disposta a concordar com a redução do prazo para apresentar as alegações finais, de cinco dias para 48 horas. Mas pretende bater o pé para que “o rito seja seguido”.

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 8 comentários
  1. Questão de Ordem ou Desordem. O TSE vai se sujeitar a essa trapaça. Somos de fato um país cuja cúpula é de Trapaceiros. Será lula o nosso pablo escobar? Lei ? Onde exite Lei? Certamente não no Brasil.

  2. Vai da tempo de invocar o todo poderoso “direitcho dos mano da ONU” ou quem sabe o Lula num ato de desespero se suicida em Ctba, melhor a PF ficar atenta, covardes sempre optam pelo suicidio